Ufologia
FreeNeT BBS Data

  Seria muita pretensão pensar que o homem é o único ser inteligente no universo. Ou não? Fato é que existem muitas provas documentadas e guardadas a sete-chaves pelos governos, principalmente nos Estados Unidos, da existência de vida em outro planeta.

Muitos crêem que somos visitados desde os primórdios da civilização e que o homem é, total ou parcialmente, proveniente de mutações genéticas, moldados "à imagem e semelhança" de seus criadores. O tema sempre despertou a atenção e a curiosidade da opinião pública, o que garante o sucesso de filmes como Arquivo-X. Dizem até que este tipo de programação serve para testar a aceitação das massas para o fato de estarmos sendo submetidos a cultura de outros povos.

Avistamentos de discos voadores e abduções são fatos corriqueiros e, garantem os aficionados, são devidamente "apagados" pelos governos, que mantém com os extra-terrestres acordos para troca de conhecimentos/material genético. Acordos, aliás, que explicam a evolução tecnológica ocorrida em nosso século, onde o homem deixou de ser agricultor para assumir o comando de naves espaciais.

O QUE VAI PELA MÍDIA SOBRE UFOLOGIA:

Signs - EUA 2002 - 108 min
Direção: M. Night Shyamalan
Com Mel Gibson, Joaquin Phoenix, Rory Culkin e Abigail Breslin
Ex-padre (Gibson) vive um momento de crise com sua fé, que coincide com o surgimento de estranhos círculos em seu milharal. 
Ao mesmo tempo diversos outros sinais e OVNIs aparecem ao redor do mundo... Uma sucessão de fatos estranhos leva o ex-padre a temer pela vida de sua família, pois ele agora crê ser a testemunha de uma invasão alienígena. 
tvad107_.jpg (32555 bytes) sclfox4_.jpg (30699 bytes) the_xfil_.jpg (17132 bytes)
Criado por Chris Carter e produzido pela Fox, o seriado Arquivo X rapidamente se transformou num "cult". Os agentes Mulder e Scully estão sempre em busca da "verdade", mas para desvenda-la precisam enfrentar uma conspiração envolvendo o alto escalão do governo americano e colonizadores extraterrestres. A série surpreende com episódios que vão da morte de Kennedy (insinua-se que o próprio governo mandou assassiná-lo, para que a conspiração não fosse revelada) a cidades inteiras utilizadas para testes genéticos, passando por magia negra a vampirismo. Vale a pena conferir também os longa-metragens feitos para o cinema.