INÍCIO
AIDS
- Aprendendo sobre AIDS
DST (Doenças Sexualmante Transmissíveis)
- Aprendendo sobre DST
APRESENTAÇÃO

Há 15 anos atrás, a chegada surpreendente da aids ao Brasil e a divulgação impressionante dos primeiros casos da doença e das imagens dos seus primeiros pacientes nos hospitais, provocou entre a população um forte impacto e o medo compreensível de uma nova e desconhecida doença, associada a uma experiência dolorosa e que provocava a morte rápida e inevitável.

 

Essa visão ameaçadora da aids que se espalhou entre as pessoas, finalmente, foi minimizada pela recente descoberta da terapia combinada de medicamentos anti-retrovirais, distribuídos de graça pelo Estado aos portadores do vírus de imunodeficiência humana, o HIV, agente infeccioso causador da síndrome da imunodeficiência adquirida, popularmente conhecida entre nós com o nome de aids. Trata-se de uma doença incurável que atinge cada vez mais jovens, mulheres e crianças, principalmente das classes sociais mais pobres, avançando, de fato, das grandes cidades para os pequenos municípios do interior do País, obrigando o Governo a enfrentar um grande desafio: Como fazer chegar ao cidadão comum a informação correta sobre a aids e as doenças sexualmente transmissíveis, as chamadas DST; e principalmente, como convencê-lo da necessidade da adoção de novos comportamentos para que ele se previna das DST e evite se infectar pelo HIV?

Nesse sentido, é fundamental o empenho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), a serviço do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) ou do Programa de Saúde da Família (PSF). Os ACS atuam junto às famílias, orientando-as sobre a melhor maneira de cuidar da sua saúde e auxiliando-as a identificar as causas das doenças que as afligem. No combate à epidemia da aids, certamente, os ACS constituirão um grupo valoroso e dedicado de jovens treinados para informar e educar a população dos seus municípios sobre as principais noções de higiene e saúde a serem seguidas. Entre elas, as formas mais adequadas de prevenção e assistência às doenças, como é das DST e do HIV/aids, e oferecendo a devida orientação para a prática do sexo seguro. Sempre respeitando as tradições sociais e culturais de cada indivíduo, da sua família e da comunidade em que ele vive; e, quando necessário, encaminhando-o para um centro de saúde com enfermeiros, médicos e outros profissionais de saúde, especialmente treinados para o seu melhor atendimento ao público.

Por esse motivo, o Ministério da Saúde, graças a um exemplar trabalho de parceria entre a Coordenação Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids e a Coordenação de Saúde da Comunidade, produziu e tem a satisfação de apresentar o livro Aprendendo sobre Aids e Doenças Sexualmente Transmissíveis, que não é apenas mais um eficiente manual de consulta à sua disposição. Daqui por diante, ele será o companheiro constante e insubstituível da família brasileira, aquele a quem poderá recorrer sempre que precisar da orientação mais segura para proteger a sua saúde e bem-estar destes tempos de epidemia da aids.

José Serra

Ministro da Saúde

 

Nós somos Agentes Comunitários de Saúde e vamos apresentar para vocês este livro. Ele foi feito especialmente para as famílias brasileiras.

Neste livro irá se discutir sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis e em especial a sífilis e a aids. Vamos falar também de como prevenir a transmissão da sífilis e do vírus da aids da mãe infectada para seu bebê.

Nós precisamos conhecer bem essas doenças, porque muitas delas são graves e algumas ainda não têm cura. E a cada dia aumenta o número de pessoas infectadas (contaminadas) por elas.

Os autores deste livro conversaram com pessoas da comunidade para saber o que elas gostariam de aprender sobre essas doenças. Juntando com as informações que os profissionais de saúde também consideram importantes, surgiu este material.

Que este livro seja uma ferramenta preciosa na luta por mais saúde para todos.

Queremos chamar a atenção de vocês, principalmente para duas coisas:
  • a prevenção, isto é, como tomar cuidado para não pegar os micróbios que causam as Doenças Sexualmente Transmissíveis e a aids.
  • a solidariedade, que é o amor, o apoio da família e dos amigos, para com as pessoas que estiverem com aids ou outra dessas doenças.

O lacinho aparecerá em vários lugares, ele é o símbolo da união das pessoas na luta contra a aids.

É a união da fé, da esperança, do trabalho contra a doença, em favor da vida.

Neste livro, o lacinho aparece de olhos e boca bem abertos para chamar ainda mais a atenção das pessoas para com a prevenção e a solidariedade.

 

Vamos falar primeiro das Doenças Sexualmente Transmissíveis, mais conhecidas por DST.

Depois daremos destaque a sífilis por causa da sífilis congênita, que é a sífilis no bebê. E, por último, a aids, destacando a transmissão do vírus da aids da mãe para o bebê.

Para falar dessas doenças vamos ter que falar de coisas relacionadas com sexo. Muita gente tem vergonha ou não gosta de falar disso. Mas o sexo faz parte da vida, assim como sentir, pensar, comer, dormir.

Falaremos de parceiro sexual, isto é, o companheiro ou companheira de uma pessoa na relação sexual. Quer dizer, tanto faz ser homem ou mulher, nós chamaremos de parceiro sexual.

Para aprender mais sobre as DST, as pessoas precisam conhecer bem seu corpo, principalmente seus órgãos genitais. Pois é nos órgãos genitais que as DST mais aparecem.

 

Na mulher os órgãos genitais ficam mais escondidos, são mais internos.

 

No homem os órgãos genitais aparecem mais, são mais externos.

 

Conversando com pessoas da comunidade, ficou decidido que este livro seria apresentado assim:

Nas páginas do lado esquerdo (números pares), vamos contar histórias de famílias onde houve casos dessas doenças, trocando os nomes das pessoas, é claro.

São histórias que falam de medo, de sofrimento. Mas falam também de amor, de amizade, de ajuda.

Elas mostram como essas doenças podem acontecer em qualquer família, quando não são observados os meios de prevenção.

Nas páginas do lado direito (números ímpares), vamos explicar sobre as doenças, acompanhando o que aconteceu com a família da história que está sendo contada.

As informações dessas páginas devem contribuir para que vocês possam se prevenir das DST e do vírus da aids; orientar o que fazer quando se tem uma DST ou o vírus da aids; e como podemos ajudar àqueles que estão doentes de aids.